Toda vez que alguém toca ou reproduz uma música, dois tipos de direitos são devidos.
autoral, que é aquele que a gente paga pro autor, o cara que sentou lá e criou a música, nota por nota, letra por letra.
E o fonomecânico, quando é o caso da música vir em CD, mp3 ou algo assim, de uma gravadora. Essa é a grana que a gente paga pra gravadora, que é a dona do fonograma, da música que tá lá gravadinha.
Se o artistas executa a música ao vivo, só o direito autoral é pago, já que o fonomecânico não existe nesse caso.
Deu pra entender ?
Rádios e TVs pagam autoral e fonomecânico. Quando o artista vai na rádio ou na TV e toca ao vivo, só paga o autoral.

10 – Mel Torme – “The Christmas Song” (1944). Estimativa de ganho: US$19 milhões.
Musica de Natal, sucesso americano. Toda vez que toca, desde 44, pinga um na conta do Torme.
9. Roy Orbison & Bill Dees – “Oh Pretty Woman” (1964). Estimativa de ganho: US$19.75 milhões
Se até a Luciana Gimenez usa no programa dela, imagina só…
8. Sting – “Every Breath You Take” (1983). Estimativa de ganho: US$20.5 milhões
Olha aí o amigo do Raoni fazendo um pé de meia! Essa música foi um MEGA sucesso nos anos 80. E provavelmente rola regravação até hoje. Só desses discos de Lounge’n’Bossa tem umas 5 versões né ?
 7. Haven Gillespie & Fred J Coots – “Santa Claus is Coming to Town” (1934). Estimativa de ganho: US$25 milhões
Mais uma que todo mundo toca e regrava. Qualquer disco de Natal tem que ter essa música. Até oMichael Bublé regravou.
6. Ben E King, Jerry Leiber & Mike Stoller – “Stand By Me” (1961). Estimativa de ganho: US$27 milhões
Nem tem o que falar né ? Qualquer aluno iniciante de qualquer instrumento musical sabe tocar essa música de costas e de olhos fechados. Um clássico. John Lennon regravou, SealPlay for a Change e mais um moooonte de gente.
5. Alex North & Hy Zaret – “Unchained Melody” (1955). Estimativa de ganho: US$27.5 milhões
Mais um clássico. E, contrariando o senso popular, não é uma música do Bill Medley. O Bill Medley só foi o intérprete de tal melodia, com o Righteous Brothers.
4. John Lennon and Paul McCartney – “Yesterday” (1965). Estimativa de ganho: US$30 milhões
Um dos vários clássicos da dupla. Também gravado e regravado por Deus e o mundo. O nome original desta música era “Scrambled Eggs” (ovos mexidos). Sim.
 3. Barry Mann, Cynthia Weil and Phil Spector – “You’ve Lost That Lovin’ Feelin” (1964). Estimativa de ganho: US$32 milhões
Uma surpresa pra mim. Óbvio que faz sucesso desde 64, foi muito regravada, usada em filmes e comerciais, mas não imaginava que daria tanta grana assim. Bacana, mostra que dá pra ganhar dinheiro com uma música simples e eficiente. Também na voz dos Righteous Brothers.
2. Irving Berlin – “White Christmas” (1940). Estimativa de ganho: US$36 milhões
Mais uma de Natal. Acho que é a emotividade que faz o povo ouvir e gravar né ? Aquele clima…
E o primeiro lugar é uma que muita gente nem sabe que recebe royalties…
1. Hill Sisters – “Happy Birthday” (1893). Estimativa de ganho: US$50 million
Sim, aquele Parabéns pra Você maroto, que vc canta na firma, no boteco, em qualquer lugar, ganha uma grana toda vez que toca.
Ou ganhava…


Vinicius de Moraes em foto de 1964: poeta consagrado ganhou graças populares pela música
No bar de Ipanema que sempre frequentou, em um mundo tão eterno quanto suas canções, Vinícius de Moraes celebraria seus 100 anos neste sábado, 19, com um uísque em uma mão, um cigarro na outra, rodeado de amigos e de lindas mulheres.

O violão ficaria em casa. As visitas ao bar Veloso, que passou mais tarde a se chamar Garota de Ipanema (em homenagem à lendária canção da bossa nova), raramente eram para trabalhar. "Ele nunca trazia o violão, vinha para aproveitar", lembra Manuel Inácio Alves, dono do Garota de Ipanema há 37 anos e que lhe serviu uísque muitas vezes. "Ele adorava", contou à AFP.

A vida de Marcos Vinicius da Cruz e Melo Moraes, o "poetinha", como ele gostava de ser chamado, começou em 18 de outubro de 1913. Ele morreu em 9 de julho de 1980, em sua casa, no bairro da Gávea, perto do Jardim Botânico, onde nasceu, há 66 anos.

O Brasil renderá no sábado inúmeras homenagens a este poeta, diplomata e escritor de canções imortais, como "Garota de Ipanema", "Chega de Saudade", "Se todos fossem iguais a você", "Eu sei que vou te amar", músicas essencialmente cariocas, mas que muitos no mundo devem, pelo menos, cantarolar.

Shows e documentários serão apresentados esta semana no Rio de Janeiro e edições especiais de sua obra poética e musical serão vendidas.

O escritor Carlos Drummond de Andrade certa vez disse que Vinicius, "o único poeta que viveu como poeta", levou sua poesia "até as camadas populares", algo "extraordinário". Ainda assim, ele foi alvo de críticas por sua incursão na música, na década de 1960, porque teria deixado para trás, de certa forma, a sua faceta poética.

"Eu sou um labirinto em busca de uma porta de saída", afirmou Vinícius em uma entrevista à TV Globo, em 1977.

Até os anos 90, a diferença entre o digital e o analógico era grande. Hoje, os formatos digitais evoluíram bastante. Há diferenças, é claro. Mas, ficou mais fácil compreender os pontos fortes e fracos de cada lado da discussão.

"É uma diferença subjetiva e que esbarra no gosto pessoal. Tem quem goste do timbre do vinil, dos harmônicos, da textura sonora daquela mídia. Porém, pelo olhar técnico, as frequência digitais que você tem hoje transcendem a do vinil",  diz o produtor musical João Marcello Bôscoli.

"Tem quem gosta de carro com motor v8 carubrado e faz barulho. E tem quem gosta de carro turbo, com injeção eletrônica e silencioso", explica Luiz Eduardo Sampaio, professor de produção musical.

Números falam por si só. Segundo a Federação Internacional da Indústria Fonográfica, em 2012 os discos lançados em vinil renderam um total de 117 milhões de dólares; o melhor resultado do formato nos últimos 15 anos. Este mês, a Nielsen SoundScan – sistema de informação que faz o levantamento de vendas dos mercados fonográficos dos Estados Unidos e do Canadá – anunciou que, só na primeira metade deste ano, a venda dos discos em vinil nesses países cresceu 33,5%. No Reino Unido, o crescimento das vendas de vinis no primeiro trimestre de 2013 foi ainda maior: 78%. O Brasil segue a mesma tendência. Por aqui, de acordo com o site de comércio eletrônico Mercado Livre, a venda das bolachas subiu 6% nos últimos 12 meses e já responde por 27% do volume no setor de música do portal.

Muitos artistas ainda preferem gravar em formato analógico; em fitas magnéticas. E os melhores estúdios oferecem a possibilidade de gravar de forma analógica e ao mesmo tempo digitalizar esta gravação. Mas hoje isso é para poucos.

" Hoje mais de 99% das gravações do mundo são feitas digitalmente. A fita virou um luxo que poucas pessoas têm acesso", explica Bôscoli.
 Outra maneira de se obter o glamour do timbre analógico é através da própria tecnologia; por mais estranho que isso possa soar. Hoje, aplicativos e softwares específicos conseguem incluir os efeitos da gravação analógica mesmo quando esta foi totalmente feita em arquivos digitais.

Bom, o vinil e outros formatos analógicos atingiram seu ápice já há algum tempo. É difícil melhorar o que já está muito bom e agrada tanta gente; quer dizer, se melhorar estraga. Já o áudio digital evoluiu muito nos últimos anos e continua surpreendendo músicos, produtores e até os mais conservadores.

Para se ter uma ideia, o CD tem uma resolução de áudio de 16 bit com uma frequência de 44,1 kilohertz. Atualmente, o melhor arquivo de som digital alcança 32 bit com frequência de 192 kilohertz – bem superior ao CD. Bom, mas o que isso significa?! A audição humana é capaz de captar sons na faixa de 20 hertz até 20 kilohertz. Fora desses limites, não conseguimos ouvir sons, mas podemos senti-los. Ou seja, a qualidade e resolução dos melhores sons digitais são tão boas que vão além da nossa capacidade auditiva... o que serve para “sentirmos” agudos clássicos ou graves super potentes fazendo o coração bater mais forte.

Segundo nossos entrevistados, o formato que você escolhe para baixar ou comprar suas músicas digitais não é tão importante.
" São todos iguais e muda apenas o tipo de arquivo para determinado sistema operacional", diz Sampaio.

A diferença está na taxa de compressão desses arquivos. Entenda: quanto maior a compressão de um arquivo, maior a perda em relação à gravação original e – consequentemente – menor o tamanho deste arquivo. Agora, quanto menos comprimido for o som original, melhor a qualidade, mas também, maior o tamanho.

"Eles eliminam partes do arquivo original, comprimem e guardam apenas determinada mostra deste som que, quando é reproduzido, o software tente apenas reproduzir pedaços que não foram gravados. Guarda um pedacinho pra depois tentar reproduzir o todo", explica Sampaio.

"Se é uma música que você gosta, procure sempre ouvir o formato com a melhor resolução dentro da mídia que escolher", conta Bôscoli.

O assunto é polêmico. Em “Sound City”, Dave Grohl defende com unhas e dentes a música captada de forma analógica e crua, sem qualquer auxílio de computadores. Na visão dele, o elemento humano é indispensável para manter o espírito do rock e da música em geral vivo. No filme, tecnologias como o CD e sintetizadores são quase vistas como “inimigos” da música.

Mas, tem muita gente do outro lado do muro também. Grandes nomes da música mundial defendem a tecnologia como ferramenta inevitável. Will.i.am, líder do Black Eyed Peas, é só um dos exemplos. E você, também é fã de um bom som? O que acha dessa história? Participe você também dessa eterna discussão e deixe sua opinião nos comentários. Você vai de analógico ou de digital?


Letra:
Tomorrow’s way too far away
And we can’t get back yesterday
But we young right now
We got right now
So get up right now
Cause all we got is right now
Tomorrow’s way too far away
And we can’t get back yesterday
But we young right now
We got right now
So get up right now
Cause all we got is right now
Baby, tonight I need you
And I feel it when I see you
Wherever you wanna go
Whenever, baby, I’m yours
Tomorrow’s way too far away
And we can’t get back yesterday
But we young right now
We got right now
So get up right now
Cause all we got is right now
Tomorrow’s way too far away
And we can’t get back yesterday
But we young right now
We got right now
So get up right now
Cause all we got is right now
Cause all we got is right now
So close I can taste you
I ain’t scared, I can take you
Can’t fight the feeling
Got me feeling
You got me feeling
Something you wanted to do all your life
There’s no more waiting tonight is the night
And it can’t be wrong not if it feels this right
Turn it up, scream it loud
Yeah
Tomorrow’s way too far away
And we can’t get back yesterday
But we young right now
We got right now
So get up right now
Cause all we got is right now
Tomorrow’s way too far away
And we can’t get back yesterday
But we young right now
We got right now
So get up right now
Cause all we got is right now
Cause all we got is right now

Bruno Mars com Locked Out Of Heaven. Esta á a Música do comercial da Riachuelo Primavera-verão 2013
Assista ao comercial no YouTube
Locked Out Of Heaven – Bruno Mars
Letra:
One, two, one, two, three
Oh yeah yeah
Oh yeah yeah yeah yeah
(Ooh!)
Oh yeah yeah
Oh yeah yeah yeah yeah
(Ooh!)
Never had much faith in love or miracles
(Ooh!)
Never wanna put my heart on the line
(Ooh!)
But swimming in your world is something spiritual
(Ooh!)
I’m born again every time you spend the night
(Ooh!)
Cause your sex takes me to paradise
Yeah your sex takes me to paradise
And it shows, yeah, yeah, yeah
Cause you make me feel like
I’ve been locked out of heaven
For too long
For too long
Yeah you make me feel like
I’ve been locked out of heaven
For too long
For too long
Oh yeah yeah yeah yeah
(Ooh!)
Oh yeah yeah
Oh yeah yeah yeah yeah
(Ooh!)
You bring me to my knees
You make me testify
(Ooh!)
You can make a sinner change his ways
(Ooh!)
Open up your gates cause I can’t wait to see the light
(Ooh!)
And right there is where I wanna stay
(Ooh!)
Cause your sex takes me to paradise
Yeah your sex takes me to paradise
And it shows, yeah, yeah, yeah, yeah
Cause you make me feel like
I’ve been locked out of heaven
For too long
For too long
Yeah you make me feel like
I’ve been locked out of heaven
For too long
For too long
Oh oh oh oh, yeah, yeah, yeah
Can I just stay here?
Spend the rest of my days here
Oh oh oh oh, yeah, yeah, yeah
Can I just stay here
Spend the rest of my days here
Cause you make me feel like
I’ve been locked out of heaven
For too long
For too long
Yeah you make me feel like
I’ve been locked out of heaven
For too long
For too long
Oh yeah yeah yeah yeah
(Ooh!)
Oh yeah yeah
Oh yeah yeah yeah yeah
(Ooh!)

Related Posts with Thumbnails