Archive for Julho 2013

Assista ao comercial “Coca-Cola Câmeras de Segurança” no YouTube

Coca-Cola Security Cameras – Versão em inglês
Roger Hodgson (Supertramp) e coral de crianças – Give a Little Bit
Letra:
Give a little bit
Give a little bit of your love to me
Give a little bit
I’ll give a little bit of my love to you
There’s so much that we need to share
So, send a smile and show you care
I’ll give a little bit
I’ll give a little bit of my life for you
To give a little bit
Give a little bit of your time to me
See the man with the lonely eyes
Oh, Take his hand, you’ll be surprised
Give a little bit
Give a little bit of your love to me
Give a little bit
I’ll give a little bit of my life for you
Now’s the time that we need to share
So find yourself, we’re on our way back home
Going home
Don’t you need to feel at home?
Oh yeah, we gotta sing
You got a get a feeling.
Yeah, come along too.
Come a, come a, come a, come along.
Come along too.
For a long ride.
Come a long way
Sing it tonight

O show é uma realização da RM Produções e o patrocínio das lojas Elegance e Nice, Destak, Gastrel, cervejas Devassa, Embaixador, Terraço, Marvel e Diário Popular.

Serviço
  • O quê: show de Benito di Paula
  • Quando: quinta-feira, às 21h 
  • Onde: Theatro Guarany
  • Quanto: os ingressos custam R$ 150,00 a inteira, R$ 75,00 a inteira com um quilo de alimento, R$ 75,00 estudante e idosos, R$ 500,00 camarote para cinco pessoas e R$ 70,00 para assinantes do Diário Popular. Os ingressos estão à venda na loja Decolores Innova, rua Andrade Neves, 615, e na Mix celular, rua Santos Dumont, 99


Conheça um pouco mais sobre o artista

Você sabe quem é o amigo de Charlie Brown que chorou na avenida porque ela não desfilou e acha que a mulher brasileira está em primeiro lugar? Ainda não conseguiu identificar? Aí vai outra dica. Este cantor, conhecido internacionalmente que esteve alguns anos sem gravar e agora retoma a carreira com shows pelo país, estará em Pelotas na quinta-feira, às 21h, no Theatro Guarany.

Agora lembrou? Este é Benito di Paula, que não quer ficar apenas na memória dos fãs que conquistou ao longo dos anos e sim mais próximo das novas gerações com o seu estilo próprio de cantar.

O cantor e compositor que vendeu mais de 52 milhões de discos no mundo e está em plena forma nos seus 39 anos de carreira e 71 de idade, mantém o domínio total do palco e promete surpreender o público que for ao teatro na quinta-feira.

O início
Uday Veloso nasceu no dia 28 de novembro de 1941, em Nova Friburgo, Rio de Janeiro. Recebeu do pai a influência musical, fundamental para sua escala profissional que o levou ao sucesso.

Adotou o pseudônimo de Benito di Paula e deu início à carreira como crooner de boates no Rio de Janeiro. O próximo passo foi tocar na noite paulista. Nessa época, Benito cantava todos os gêneros musicais, desde o samba até o rock’n roll.

O autodidata, pianista, cantor e compositor lançou seu primeiro compacto pela gravadora Copacabana no início da década de 70. Seu estilo musical era definido pelos críticos como samba joia, por combinar o samba tradicional com piano, arranjos românticos e jazz. A ditadura censurou seu primeiro disco Benito di Paula, em 1971, por ter gravado a música Apesar de você, de Chico Buarque de Holanda.

O segundo LP intitulado Ela não trouxe muito êxito, mas o terceiro Um novo samba onde aparecia com sua longa cabeleira na foto da capa do disco, conquistou o público e o sucesso foi instantâneo. A música Retalhos de cetim era a mais pedida em todas as rádios.

Também na década de 70 comandou o programa Brasil som 75, na TV Tupi. Neste mesmo período Benito disputou a venda de LPs com Roberto Carlos, que mais tarde veio a gravar algumas músicas do compositor, entre elas Quero ver você de perto. Agnaldo Timóteo e a banda Revelação também gravaram músicas de Benito.

Sucesso no exterior
Em 1975, Benito di Paula já estava com a carreira consolidada e suas músicas estavam entre as primeiras nas paradas de sucesso. No mesmo ano recebeu convites para realizar turnês por diversos países como México, Japão, Estados Unidos e no Midem na cidade de Cannes, na França. Foi lançado na Argentina com uma vendagem de discos bem acima da esperada.

Benito foi convidado a compor trilhas sonoras para novelas como Nino, o italianinho e Simplesmente Maria e recebeu o prêmio Chico Viola, promoção da TV Record com a música Faça de mim uma ilha.

No ano de 1976, Benito di Paula foi sucesso consagrado e fez apresentação na Boate Vivará, no Rio de Janeiro, com show produzido por Augusto Cesar Vanucci e com orquestrações de Radamés Gnatalli. Este show ficou em cartaz até março de 1977, com reservas esgotadas.

Seus discos venderam em média 600 mil cópias. A Copacabana, gravadora que lançou Benito di Paula, passou a trabalhar 24 horas por dia para atender os milhares de pedidos de lojas. Detalhe, tudo teria que estar pronto antes do Natal.

Em 1977, o cantor e compositor lançou um novo LP. Mais um sucesso de vendagem. Para se ter uma ideia o pedido inicial soma mais de 400 mil cópias. Benito então prepara uma excursão pela Europa, que inicia pela Itália.

A vida em livro
O jornalista e escritor baiano, Paulo César de Araújo, escreveu um pouco da história de Benito di Paula no livro Eu não sou cachorro não, ao lado de outros nomes da música popular brasileira como Odair José, Agnaldo Timóteo e Nelson Ned.

A editora Record divulgou na época que o escritor não abordou apenas três aspectos do papel de resistência desempenhado por esses artistas. Paulo César de Araújo analisou como muitas das letras traziam a denúncia ao autoritarismo e à segregação social.

Os sucessos e o show
Com mais de 35 discos gravados (a maioria relançada em CD) e diversas turnês no exterior, estão entre seus maiores sucessos músicas como Charlie Brown, Mulher brasileira e Retalhos de cetim, Vai ficar na saudade, Se não for amor e Sanfona branca.

Atualmente apresenta seus shows juntamente com seu filho Rodrigo Vellozo e seu irmão Ney Vellozo que o acompanha desde 1976.

Após seis anos, Benito di Paula retorna a Pelotas. No repertório músicas como Bandeira do samba, Como dizia o mestre, Se não for amor, Charlie Brown, Sanfona branca, Ah! Como eu amei, Mulher brasileira, Me dê motivo, Tudo está no seu lugar e Retalhos de cetim.

Related Posts with Thumbnails