Gravadora pode lançar mais um disco dos

Filme sobre a banda estreia em todo o país no primeiro semestre de 2010

Debora de Lucas, do R7
Divulgação/EMI MusicFoto por Divulgação/EMI Music
Durante meteórica trajetória, o Mamonas Assassinas vendeu mais de dois milhões de cópias de seu primeiro disco. A banda liderada por Dinho criou sucesssos como Pelados em Santos, Robocop Gay, Vira-Vira e Sabão Crá-Crá

Mesmo depois de mais de dez anos do final trágico do Mamonas Assassinas, o grupo escrachado ainda desperta interesse nos fãs e na mídia. Tanto que o pai do vocalista Dinho, Hildebrando Alves Leite, revelou ao  R7 que a gravadora EMI Music deve lançar mais um disco póstumo do quinteto de Guarulhos (SP).

- Eles já falaram comigo sobre isso, mas ainda não há uma data prevista. Acho que estão esperando o lançamento do filme.

A EMI não confirmou e nem desmentiu a provável novidade.

Apesar disso, a enxurrada de produções sobre a banda mostra que os Mamonas ainda estão em alta. 2009 foi o ano que a história do grupo foi contada na reedição do livro Blá-Blá-Blá, do jornalista Eduardo Bueno, no documentário Mamonas Assassinas, o Doc, de Cláudio Kahns e o DVD Mamonas Assassinas – Por Toda a Minha Vida, da Globo Marcas/EMI.

O pai do Dinho vê essa onda como "prova do reconhecimento do trabalho da banda".

Mas as homenagens não param por aí. Segundo o diretor de Mamonas Assassinas, o Doc, o longa chegará às telonas até o final do primeiro semestre de 2010.

- Decidi mudar o nome do documentário para Mamonas Assassinas para Sempre. Apesar disso, o filme continua igual. No ano passado, fizemos umas pré-estreias pelo Brasil e, para 2010, o longa será lançado nacionalmente.

Mamonas Assassinas Dinho frame grande
Cena do documentário Mamonas Assassinas: Dinho brinca com a câmera durante gravação Foto: Reprodução

Além disso, o cineasta contou que também está desenvolvendo uma ficção sobre a história de Dinho, Bento (guitarra), Júlio (teclados), Samuel (baixo) e Sérgio (bateria). A produção será dirigida por Maurício Eça.

- Na verdade, o documentário nasceu dessa ficção. Ela tem o orçamento de R$ 5 milhões e já temos 40% desse valor captado. Faremos um concurso para escolhermos o elenco principal do filme.

O longa, ainda sem nome e roteiro fechados, deve ser rodado em 2010 e chegar aos cinemas em 2011.

Trajetória da banda
Para quem não se lembra do grupo, os Mamonas começaram a sua trajetória como a banda Utopia, em 1989. Nessa fase, o quinteto apresentava canções na linha da Legião Urbana e Titãs. Não emplacaram e, em 1994, começaram a apostar na veia humorística.

Um ano depois, assinaram um contrato com a EMI Music e gravaram o seu único disco, Mamonas Assassinas. O álbum trazia os hits Pelados em Santos, Robocop Gay,Vira-Vira e Sabão Crá-Crá que, de cara, conquistaram o Brasil. Na época, a banda vendeu mais de dois milhões de cópias e fez 182 shows em seis meses.

No entanto, o sucesso não durou muito. Em 2 de março de 1996, todos os integrantes do Mamonas morreram quando o avião em que estavam se chocou contra a Serra da Cantareira, em São Paulo.

Dois anos depois, a gravadora lançou o primeiro disco póstumo do grupo Atenção, Creuzebek: A Baixaria Continua. O CD trazia sobras de estúdio da banda.

Posted by Paulo Studiow @ quarta-feira, 6 de janeiro de 2010 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails