Elis Regina completaria 65 anos nesta quarta (17)

Jair Rodrigues, ex-parceiro da cantora, relembra sua amizade com a eterna Pimentinha

Do R7
23/10/1967/AE/ArquivoFoto por 23/10/1967/AE/Arquivo
Elis deixou uma vasta e brilhante obra na MPB

Elis Regina, também conhecida como Pimentinha, era uma cantora singular. Até hoje ninguém se compara ao fenômeno Elis.

Especialista fala da importância de Elis para a MPB

Considerada a maior cantora do Brasil, Elis morreu aos 36 anos, em 1982. Sua obra é referência para novos artistas e sua discografia sempre é relembrada.

Tellé Cardim, editora de Cultura da Record, conheceu Elis nos bastidores do famoso festival da TV Record, nos anos 60. Tellé era uma das universitárias que torciam pelos cantores da época.

- Ela era muito exigente e perfeccionista. Uma vez a Elis me falou que não gostava de quem não tinha amor pelo que fazia. E que ela fazia sucesso porque transmitia amor para o público.

Jair Rodrigues, cantor que gravou nos anos 60 o histórico programa de TV Fino da na Bossa ao lado de Elis, sente saudades da amiga.
 
- É um dia sempre triste. Ela é considerada não só pelo Brasil, mas como pelo mundo como uma das maiores cantoras que já existiram. Nós tínhamos um enorme respeito e carinho um pelo outro.

Jair também confessa.

- Meu filho Jairzinho nasceu no mesmo dia do aniversário da Elis. E, quando ele nasceu, ela me mandou um bilhete carinhoso, que eu guardo até hoje a sete chaves.

Posted by Paulo Studiow @ quarta-feira, 17 de março de 2010 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails