Guns N' Roses: carisma de Axl Rose garante diversão de 38 mil pessoas em SP

Fotos: MRossi/ Divulgação

 

Na noite deste sábado (13) 38 mil fãs lotaram o Palestra Itália e puderam conferir de perto toda a mística em torno de Axl Rose e de seu Guns N' Roses. Único remanescente da fase áurea da banda, o vocalista manteve a pose de rockstar  e levou fortes emoções (em todos os sentidos da palavra) aos paulistanos que suportaram o atraso de mais de três horas para vê-lo no palco.

Logo na primeira música do show, "Chinese Democracy" (que também dá nome ao último disco do Guns e a turnê), Axl deu um susto no público. O vocalista se irritou com um copo jogado pelo pessoal da área VIP (que molhou sua calça) e ameaçou encerrar a apresentação com menos de dois minutos. "Quem é o idiota que fez isso? Venha aqui seu covarde. Quer acabar com a festa de todos? Eu posso ir embora, não tem problema", esbravejou Axl.

Passado o susto, Axl terminou a música e em seguida espantou qualquer possibilidade de decepcionar seus seguidores com "Welcome to The Jungle" e "It`s So Easy", que levou o público do medo ao êxtase em poucos minutos.

Apesar dos quilos a mais e da voz prejudicada pelos anos de excessos do rock, Axl mostrou que ainda sabe dominar uma multidão. O vocalista correu o tempo todo de um lado para o outro do palco, ficando muitas vezes bem próximo de seus fãs, mostrando-se bem melhor do que em sua última passagem pelo país, em 2001, no Rock in Rio 3.

Sem as bermudinhas coladas e sempre usando chapéu com a característica bandana por baixo, Axl trocou por diversas vezes de roupa durante o show, com modelitos que iam do visual caminhoneiro ao melhor estilo cafetão.

Apesar de bastante questionadas pela crítica, as canções de "Chinese Democracy" agradaram o público, como foram os casos de "Sorry" e Better", esta segunda com Axl forçando um pouco mais o vocal, chegando a dar umas falhadinhas.

Após um solo de Richard Fortus (que tocou a música tema de James Bond), "Live and Let Die", de Paul McCartney, assustou o público com uma sequência de explosões e pirotecnias, que iriam se repetir por diversos momentos da apresentação.

guns1-sp-show550

Mostrando-se atencioso com os fãs, Axl chegou a interromper o show para pedir (com tradução da modelo Ellen Jabour) para o pessoal que se espremia na frente do palco desce um passo para trás, para não machucar aqueles que eram prensados contra a grade de proteção.

A medida que a apresentação de mais de 2h30 ia se desenrolando, Axl mostrava que a idade e o peso (literalmente) o haviam atingido, mas mesmo assim os brasileiros que lotaram o Palestra Itália não se importavam ou simplesmente faziam vista grossa para as deficiências de seu ídolo.

Principalmente quando antigos hits eram tocados, como foram os casos de "Sweet Child O Mine", "You could be mine" e "November Rain", que foi precedida por um solo de piano de Axl numa Jam que misturou "Another Brick in the Wall" (Pink Floyd) e "Goodbye Yellow Brick Road" (Elton John).

Logo após "Knockin'On Heavens Door" (Bob Dylan), Axl resolveu desabafar sobre a confusão causada por um suposto "show secreto" que o Guns N' Roses iria fazer na boate Disco, em São Paulo, na última quinta (11), mas que acabou não acontecendo. "Conhecemos um idiota em Nova York e ele queria marcar um show fechado em clube para umas cem modelos. Eles marcaram. Eu estava com a garganta ruim e eu avisei", explicou o vocalista. "Agora, vou estragar minha voz para uma meia dúzia de pessoas ou para todos vocês?".

Após "Night Train", a banda se retirou do palco e não demorou para voltar para o bis, que começou com três canções de "Chinese Democracy": "Madagascar", "Shackler's Revenge" e "This I Love".

Para encerrar a apresentação, a banda cedeu aos pedidos dos presentes e tocou "Patience", que foi cantada em uníssono; e em seguida "Paradise City", que trouxe uma nova queima de fogos, explosões e chuva de papel picado vermelho.

Longe de sua melhor forma física e vocal, Axl usou aquilo que lhe restou para comandar a massa e manter gerações de fãs viciadas no Guns N' Roses: carisma e pose de rockstar, que foram suficientes para manter 38 mil pessoas no Palestra Itália até às 3h16 deste domingo (14).

O Guns N' Roses tocará neste domingo (14) no Rio de Janeiro e, na terça (16), encerrará sua turnê pelo  Brasil, com uma apresentação em Porto Alegre.

Confira o setlist:

1."Chinese Democracy"
2. "Welcome to The Jungle"
3. "It`s So Easy"
4. "Mr Brownstone"
5. "Sorry"
6. "Better"
7."James Bond Theme" - Solo do guitarrista Richard Fortus
8. "Live and Let Die" (Paul McCartney)
9. "If the World"
10. "Rocket Queen"
11. "Ziggy Stardust" - Solo do tecladista Dizzy Reed
12. "Street of Dreams"
13. "Scraped"
14. Solo de guitarra do DJ Ashba
15. "Sweet Child O Mine"
16. "You could be mine"
17. Jam com "Another Brick in the Wall" (Pink Floyd) e "Goodbye Yellow Brick Road" (Elton John)
18. "November Rain"
19. "Pink Panther" - Solo do guitarrista Ron Thal
20. "Knockin'On Heavens Door" (Bob Dylan)
21. "Night Train"
22. "Madagascar"
23. "Shackler's Revenge"
24. "This I Love"
25. "Patience"
26. "Paradise City"

via abril

Posted by Paulo Studiow @ domingo, 14 de março de 2010 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails