Aos 66 anos, Joe Cocker se entrega às baladas no álbum 'Hard Knocks'




Resenha de CD

Título: Hard Knocks
Artista: Joe Cocker
Gravadora: Sony Music
Cotação: * * * 

Aos 66 anos, o pulso de Joe Cocker ainda pulsa. Em seu 21º álbum de estúdio, Hard Knocks, lançado em outubro de 2010 nos Estados Unidos e editado no Brasil neste início de 2011, a voz rouca do cantor inglês soa enérgica nas duas primeiras faixas do disco. Hard Knocks e Get Ontem a pulsação roqueira - com um toque de blues, no caso da música que dá título ao CD - que caracterizam o som de Cocker no universo pop. Contudo, Hard Knocks é, em essência, um disco de baladas. E o cantor se entrega por inteiro a baladas como Thankful (com coro que encorpa a faixa), UnforgivenSo It GoesStay the Same e So - mesmo que a voz já não exiba toda a potência e o alcance de tempos áureos. No todo, o disco - produzido por Matt Serlectic, nome linkado a albuns do guitarrista Carlos Santana e do grupo Matchbox Twenty - deixa a sensação de que Cocker já gravou repertório mais inspirado. No fim, na única das dez faixas não pilotadas por Serlectic e no único cover do disco, o intérprete acena para o mercado country ao revisitar I Hope, tema do repertório do trio Dixie Chicks que ganha coro que evoca o universo da música gospel. A faixa foi produzida por Tony Brown, veterano da cena de Nashville (EUA), a meca do country. Em suma, Hard Knocks nunca chega a comprometer a discografia de Joe Cocker, mas o CD tampouco se impõe dentro da respeitosa obra do artista.

Fonte: Blog Notas Musicais (http://blognotasmusicais.blogspot.com).

Posted by Paulo Studiow @ sexta-feira, 25 de fevereiro de 2011 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails