John Fogerty revive Creedence Clearwater Revival em show no Rio

Filed in


Cantor fez apresentação recheada de sucessos da ex-banda.
Turnê brasileira ainda faz escalas em Belo Horizonte e São Paulo.


John Fogerty, ex-cantor e guitarrista da clássica banda de rock norte-americana Creedence Clearwater Revival, deu a partida em sua turnê brasileira na noite de sexta-feira (6), no Rio de Janeiro. E fez jus à palavra "revival” que compõe o nome do grupo: recheou o repertório da apresentação com boa parte dos grandes sucessos gravados pelo quarteto entre 1968 e 1972, e que tornaram o conjunto conhecido através de gerações. Tudo o que o público carioca poderia querer.
O cantor John Fogerty subiu ao palco do Citibank Hall, no Rio, e tocou sucessos como 'Proud Mary', "Born on the bayou', Green river', 'Fortunate sun' e 'Have you ever see the rain' (Foto: Lucíola Villela/G1)O cantor John Fogerty subiu ao palco do Citibank Hall, no Rio, e tocou sucessos como 'Proud Mary', "Born on the bayou', Green river', 'Fortunate sun' e 'Have you ever seen the rain?' (Foto: Lucíola Villela/G1)
O veterano músico subiu ao palco por volta das 22h15, apenas 15 minutos depois do horário marcado, e foi logo mostrando suas credenciais de ícone do rock. Emendou cinco canções do CCR seguidas. Caiu nas graças da plateia. “Como vocês estão? Esta é a minha primeira apresentação na América do Sul e estou muito feliz por poder estar aqui esta noite”, disse o cantor ao fim de "Hey tonight", música que abriu o show. Viriam "Green river", "Susie Q" e "Lookin' out my back door".
"Há muito tempo toquei em um festival chamado Woodstock. Conhecem?", perguntou Fogerty, brincando com o público. "Lá estive com muito gente famosa: Hendrix, meu grande amigo Carlos Santana, Jerry Garcia e toda a turma hippie. Compus esta música quando voltava para casa", contou o guitarrista antes de "Who'll stop the rain".
Apesar dos 65 anos, Fogerty se comporta como um garoto no palco. Vestindo calça preta e camisa xadrez azul (estrategicamente vendida em uma banca de produtos oficiais da turnê montada próximo à plateia), corre, dança e pula durante boa parte da apresentação, sempre sorridente e muito simpático. É acompanhado por uma afiada banda com cinco integrantes, que também não escapam das brincadeiras do front man.
Fogerty empolgou o público carioca durante 1h45 de show. Turnê brasileira ainda fará escalas em Belo Horizonte e São Paulo (Foto: Lucíola Villela/G1)Fogerty empolgou o público carioca durante 1h45 de show. Turnê brasileira ainda fará escalas em Belo Horizonte e São Paulo (Foto: Lucíola Villela/G1)
Os arranjos são bastante fiéis aos originais do Creedence e privilegiam quase sempre as guitarras - às vezes são três músicos empunhando o instrumento. John mostrou intimidade com as seis cordas arriscando solos longos e uma introdução a la Eddie Van Halen durante "Keep on chooglin", quando também tocou harmônica.
A voz de Fogerty, assim como sua aparência, parece bem conservada. Não tem mais a potência das gravações de 40 anos atrás, mas vai bem até nas canções que exigem mais de seu gogó, como "Born on the bayou" e "Fortunate son", um dos hinos sessentistas contra a guerra do Vietnã.
Citou a esposa Julie, com quem é casado há mais de 20 anos e lembrou da "família maravilhosa" que o cerca ao dedicar "Have you ever seen the rain?" a uma de suas quatro filhas ("ela é um arco-íris na minha vida"). E fez uma reverência toda especial ao público ao final de "Midnight special": "Deus os abençoe por cantar comigo".
Da careira solo pinçou, entre outras, "Ramble tumble", "Centerfield", "Rock and roll girls" e a mais conhecida de todas, "The old man down the road". Sobrou tempo ainda para "Oh, pretty woman", homenagem ao também cantor e guitarrista Roy Orbison, autor da canção ao lado de Bill Dees. No bis, uma música sua ("Rockin’ all over the world"), um clássico do CCR ("Proud Mary") e a sensação de que poderia ter conhecido a América do Sul há mais tempo.
John Fogerty se apresenta ainda em Belo Horizonte, neste sábado (7); e em São Paulo (8 e 10).
Veja o repertório completo do show no Rio:
1. "Hey tonight"
2. "Green river"
3. "Who'll stop the rain"
4. "Susie Q"
5. "Lookin' out my back door"
6. "Lodi"
7. "Born on the bayou"
8. "Ramble tumble"
9. "Midnight special"
10. "Cotton fields"
11. "Hot rod heart"
12. "Don't you wish it was true"
13. "Have you ever seen the rain?"
14. "Oh, pretty woman"
15. "I heard it through the grapevine"
16. "Up around the bend"
17. "Keep on chooglin'"
18. "Down on the corner"
19. "Rock and roll girls"
20. "Centerfield"
21. "The old man down the road"
22. "Bad moon rising"
23. "Fortunate son"
Bis
24. "Rockin’ all over the world"
25. "Proud Mary"

Posted by Paulo Studiow @ sábado, 7 de maio de 2011 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails