Um em cada quatro internautas consome música pirata

Filed in


  • Apesar de pirataria ser alta, indústria fonográfica acredita em processo de legalização
    Apesar de pirataria ser alta, indústria fonográfica acredita em processo de legalização
A cada quatro usuários de internet, pelo menos um consome música pirata, segundo um estudo da IFPI (do inglês, Federação Internacional da Indústria Fonográfica). O levantamento publicado nesta segunda-feira (23) faz um balanço de 2011 e mostra que 28% dos internautas acessam mensalmente páginas de compartilhamento de arquivos de áudio ilegais.
Apresentado anualmente, o estudo cita que o consumo de música digital legal tem crescido consideravelmente em todo o mundo. No início de 2011, apenas 23 países contavam com serviços de música. Já no fim do ano passado, 58 países tinham acesso a lojas virtuais ou serviços de streaming de músicas, como iTunes, Spotify, Google Music, Rdio ou Deezer.
De acordo com a federação, alguns governos em específico têm cooperado para a melhoria do mercado fonográfico digital que apresentou crescimento de 8%. Os países citados foram França – que com a implantação de leis que punem redes ponto a ponto reduziu a pirataria em 26% --, os Estados Unidos, Nova Zelândia, Coreia do Sul e a União Europeia, em que alguns membros bloquearam o acesso ao site de torrents PirateBay.
Mesmo com a popularidade de downloads ilegais em alta, as gravadoras estão tendo bons resultados com a venda de arquivos digitais. Segundo o estudo, 32% do lucro das gravadoras provêm de vendas pela internet – o maior valor desde a popularização deste tipo de serviço. O número de usuários que pagam por música apresentou crescimento de 65% em 2011, isso representa 13,4 milhões de internautas.
A expectativa da IFPI para 2012 é de que os usuários cada vez mais paguem pelo acesso aos arquivos digitais. O principal motivo para isso é a expansão contínua de serviços. “Há boas razões para ser otimista no mundo da música digital. Serviços legalizados de música têm expandido a audiência por todo o mundo e a capacidade de escolha dos consumidores passou por uma revolução”, argumentou Frances Moore, diretor-executivo da IFPI.
Músicas mais vendidas em formato digital
A federação também aproveitou para divulgar as músicas mais vendidas em formato digital no ano de 2011. O cantor americano Bruno Mars emplacou três músicas no ranking das dez mais vendidas: "Just the way you are" (12,5 milhões), "Grenade" (10,2 milhões) e "The Lazy Song" (6,5 milhões).
Aparecem ainda na lista o duo LMFAO com a música "Party rock anthem" (9,7 mihões), Jennifer Lopez com "On the Floor" (8,4 milhões) e a britânica Adele com a canção "Rolling in the deep" (8,2 milhões).

Posted by Paulo Studio2002 @ quarta-feira, 25 de janeiro de 2012 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails