Rihanna cava fundo sua própria cova.

Filed in

Bem-vindos ao fim da carreira de Rihanna. Rumores circularam durante toda a última semana de que a intérprete de We Found Love estaria preparando um remix inteiro deBirthday Cake com Chris Brown para celebrar seu aniversário de 24 anos. Para mim a possibilidade disso acontecer era nula, por isso preferi não jogar um post fora. Porém, é como dizem: Qualquer publicidade é uma boa publicidade. Lembro que há três anos atrás assisti Rihanna sendo entrevistada por Diane Sawyer para deixar em pratos limpos toda a situação. Naquela época, ela chegou a chorar no estúdio e prometeu nunca mais reatar com Brown depois de ser alertada que suas atitudes enviariam a mensagem errada para garotas de todo o mundo.

"Quando eu percebi que minhas decisões egoístas poderiam resultar em meninas sendo mortas, não poderia pensar somente por mim mesma. Não poderia me sentir responsável por dirigir a vida delas dessa maneira. Mesmo se Chris nunca mais me agredisse, quem teria certeza que os namorados dela fariam o mesmo? Quem diria que eles não seriam capazes até de matar essas garotas? Eu ainda não tinha noção do impacto que eu tinha frente ao público até que isso acontecesse."
Os americanos não perdoam. Pequenas atitudes podem condenar uma carreira inteira por mais bem-sucedida que ela seja. Michael Jackson foi para o fundo do poço depois das acusações de violência sexual infantil. A irmã dele, Janet Jackson, não sabe o que é o sucesso desde sua polêmica apresentação no Super Bowl onde deixou um dos seios a mostra para milhões de pessoas em todo o mundo, incluindo crianças. Vai ser ainda mais difícil entender como Rihanna, uma mulher que experimentou a violência doméstica tanto em sua pele quanto na pele de sua mãe, passa a imagem de que não é um problema a vítima retornar ao abusador. Ela sabe que é um modelo para centenas de pessoas, não há dúvidas de que ela representa uma das maiores forças da última década na cultura Pop. O simples ato de gravar novamente com Chris pode fazer com que uma menina se arrisque a dar uma segunda chance à pessoa que cometeu violência, algo que Rihanna deveria prevenir ao invés de promover.
A postura séria que ela teve em 2009 não pôde ser observada novamente essa semana. Durante todos os últimos dias, Rihanna riu no Twitter e agiu como se tudo não passasse de uma brincadeira, aquecendo o featuring com tweets enigmáticos. Ela não só o recebeu no Remix de Birthday Cake como participou da nova versão de Turn Up The Music, single atual dele. 'Cake' é construída em associações sexuais explícitas, em um dos versos Brown diz: "Girl, I wanna fuck you right now. Been a long time, i've been missing your body", enquanto Rihanna declara "I love you baby" no remix dele. Parece que essa união vai além do profissional. E pensar que há uma semana atrás essa moça tava agradecendo aWhitney Houston pelos conselhos que recebeu de nunca mais voltar para Chris Brown..
Ouça os dois remixes abaixo:
Birthday Cake (Remix) [Feat. Chris Brown]:


Turn Up The Music (Remix) [Feat. Rihanna]:

Posted by Paulo Studio2002 @ quarta-feira, 22 de fevereiro de 2012 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails