Especial, O insano Ozzy Osbourne.

Filed in


Aqui o Madman está fingindo. Mas o cara já comeu um morcego
Aqui o Madman está fingindo. Mas o cara já comeu um morcego 

Início                                  Black Sabbath                 Carreira Solo                   Curiosidades

Frases do Ozzy                 Os fãs leais                      Vídeos                            Serviço
John Michael Osbourne nasceu em 3 de dezembro de 1948. Criado como qualquer garoto pobre de Birmingham, cidade industrial britânica, Ozzy não teve moleza na infância. O pai e a mãe trabalhavam em tempo integral, e o garoto, disléxico, não se dava muito bem na escola. Largou os estudos aos 15 anos para começar a trabalhar. O cara não parava em nenhum emprego e até chegou a exercer a bizarra função de decorador de defuntos por uma época. 
Após realizar pequenos furtos para tirar uma graninha, Ozzy acabou preso por duas semanas. Decidiu voltar às ruas mudado. E o primeiro passo foi pendurar cartazes pela cidade informando que um vocalista - no caso, ele - procurava músicos para compor uma banda. Logo apareceram interessados.
Diferentemente do que todos pensam, o primeiro contato de Ozzy Osbourne e seus companheiros de Black Sabbath com o rock não aconteceu através de um ritual satânico onde o "dito cujo" fez um acordo obscuro com a banda ou coisas do tipo. Na verdade, o nome Black Sabbath foi a terceira opção do bando de adolescentes nascidos e criados em Birmingham. O primeiro nome do grupo foi Polka Tulk Blues Band (depois encurtado para Polka Tulk), e os moleques só tocavam rock com influência do blues, inspirados por bandas como Cream e Blue Cheer.
O nome e as pretensões do grupo não estavam mais agradando. Então surgiu a ideia de mudar: Earth é nome escolhido. Agora os garotos tocavam covers de Jimi Hendrix e Beatles em pubs britânicos. Faziam relativo sucesso. Pena que já existia uma banda com o mesmo nome.
Mais uma mudança de nome teria que vir. E agora? Ozzy, o vocalista, Tony Iommi, o guitarrista, Greezer Butler, o baixista, e Bill Ward, o baterista, começaram a pensar. Até que Butler, fã de literatura obscura, com referências a magia negra, sugere o nome de Black Sabbath, título adaptado ao inglês do longa italiano I Tre Volti Della Paura, de Mario Brava. A galera curtiu.
De lá para cá, a história é conhecida: Ozzy se tornou a maior lenda do metal mundial, com mais 10 milhões de dólares em produtos licenciados, tem uma legião de fãs que o consideram um Deus vivo e é figura central em diversos estudos de anatomia humana. Fora uma discografia invejável que poucos nomes da música mundial conseguiram produzir, sempre temperadas com suas polêmicas, doses cavalares de álcool e hercúleas de drogas. 
Agora, o Príncipe das Trevas chega ao Brasil na quarta vez em sua carreira para shows em Porto Alegre, São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro e Belo Horizonte. Como não vai ser diferente, uma horda de seguidores vai atrás de mais essas apresentações, sem saber se vão poder ver seu Deus vivo de novo.
via Oba Oba

Posted by Paulo Studiow @ domingo, 27 de março de 2011 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails