1º de abril: grandes e boas mentiras do mundo musical. Confiram!

Filed in


O cineasta americano, John Ford, memorável pelos seus filmes “Western”, tem a seguinte citação: "Aqui é o Oeste, senhor. Quando a lenda é maior que o fato, publique-se a lenda". O mundo da música e da mídia, em geral, é muito parecido com o “velho oeste”, por isso já se ouviu até falar que Gene Simmons, do Kiss, implantou uma língua maior que a de um animal; Alice Cooper matava galinhas no palco; Elvis está vivo e mora em uma ilha, mas de vez em quando, só por diversão, vem trabalhar em uma loja de conveniência; Jim Morrison também estaria vivo na mesma ilha... Outras mentiras foram pontuais e lançadas em primeiro de abril, como a do músico Kid Rock que anunciou ter adquirido os direitos e renomearia o estádio do “Detroit Tigers” para KID ROCK STADIUM, algo tão doido como o Morumbi virar “Estádio Luan Santana”, ou o grupo Coldplay, que anunciou que estava gravando seu novo álbum em gravidade zero. Certamente, todos já ouviram algumas dessas mentiras, ou melhor, “teorias da conspiração” dentro mundo pop, que ganharam ainda mais amplitude com a internet: sites, vídeos, fotos, spans, factoides e muita imaginação criaram fatos ou montagens que se espalham com a velocidade da luz. “O pop não deve ser levado muito a sério”, dizem críticos e músicos brilhantes; sua essência confusa e misteriosa faz o charme desse meio musical. Vamos, então, recordar neste primeiro de abril, alguns dos muitos casos que renderam assuntos nestes últimos anos. Há muito mais, mas vamos deixar para o próximo, incluindo mais possíveis brincadeiras que devem estar rolando neste exato momento...
A morte de Miley Cyrus
Na era digital fica ainda mais fácil criar boatos rápidos, por isso nem ídolos adolescentes escapam, como a dócil Miley Cyrus ou Hannah Montana que em 2008, foi vítima do boato de sua morte. Conta-se que hackers conseguiram invadir o acesso no canal do "Miley e Mandy Show" dentro do YouTube e postaram um vídeo de dois minutos com uma mensagem supostamente de amiga de Miley, Mandy Jiroux, comentando e lamentando que a heroína teen teria sido vítima de um motorista bêbado, tendo morte instantânea, apesar de uma tragédia lamentável, muitos ouvidos agradeceriam.
KISS significa:"Knights in Satan's Service"
O verdadeiro significado do nome da banda Kiss seria:"Knights in Satan's Service" (cavaleiros ao serviço de Satã). Essa é demais; quem conhece um pouco mais da história de Gene Simmons, vê que ele é um dos mais centrados, caretas e objetivos músicos do mundo; um mestre do entretenimento e dos negócios. O que poderia fazer surgir um boato desses, achando que um nome tão simples e bem bolado fosse um acrônimo de tanto mal gosto? O sangue falso dos shows? O "SS" do final do nome, uma alusão nazista,piada para um grupo liderado por um judeu convicto como Simmons? Ou tudo por causa de uma entrevista que Gene Simmons deu a uma revista nos anos 70, Circus, falando sobre o sabor da carne humana? Pura piada!
O sério Phil Collins teria escrito "In the Air Tonight" depois de testemunhar uma mulher se afogando
O álbum solo de estréia de Phil Collins, "Face Value", foi escrito na sequência de um divórcio doloroso, por isso mesmo seria um disco cheio de terrores e mágoas. Canções como "If Leaving Me Is Easy" e "You Know What I Mean" explicitavam isso, mas surgiram de imediato inúmeras lendas urbanas sobre a canção mais popular do álbum: "In the Air Tonight". Todas diziam sobre Collins assistir a uma mulher se afogando. Em algumas versões, Collins está bêbado demais para ajudá-la. Em outras versões, Collins teria conversado com o assassino para compor a canção.
Charles Manson teria feito o teste para ser um dos membros do “The Monkees"
O psicopata Charles Manson, conhecido como o fundador, mentor intelectual e líder de um grupo que cometeu vários assassinatos, entre eles o da atriz Sharon Tate, esposa do diretor de cinema Roman Polanski, teria feito o teste para ser um dos membros do grupo “The Monkees", série de televisão que virou fenômeno musical. Apesar de ser um fato que muitos fizeram o teste, o tipo de Mason estava longe de combinar com o estilo da proposta do produtores do seriado.
Jack e Meg White dos “White Stripes” eram irmãos
Desde do surgimento do grupo e sua posterior badalação, muito se especula sobreo grau de relação do dois; depois demuito tempo, descobriu-se que foram casados, há tempos já se separaram, mas o próprio Jack White revelou que alimentava o trote, dizendo que servia para que as pessoas se concentrassem mais no som da dupla do que na vida íntima de um casal.
O dicionário do Grunge!
Publicado no New York Times, em 1992, um artigo falava sobre a então surgida e famosa cena grunge de Seattle e pretendia oferecer ao leitor um guia de gírias usadas por roqueiros daquela cena; surgiam, então, termos absurdos como:"swingin' on the flippity-flop", "cob nobbler"e "lamestain", entre outros. Na verdade, a lista era uma farsa, criada por um representante da parte de vendas da famosa gravadora Sub Pop, o primeiro selo do Nirvana, criada por Megan Jasper, que, após ser importunado por um repórter do jornal Times, inventou tudo na hora.
O grupo“The Masked Marauders
Esta é uma das mais fascinantes e bem boladas. Começou em 1969, quando o editor Greil Marcus, da revista Rolling Stone, escreveu uma resenha de um álbum duplo, um bootleg ficcional, supostamente gravado por Bob Dylan, Mick Jagger, John Lennon e Paul McCartney (que poderia também já estar morto, segundo a lenda). O objetivo da pegadinha era de zombar com a tendência dos chamados "super grupos", grande moda da época. Mas o boato começou a tomar grandes proporções e a revista foi inundada com tantas cartas que, Marcus e o outro jornalista, Bruce Miroff, decidiram realmente gravar um disco, recrutando uma banda de Berkeley, na Califórnia. Só que a gravadora Warner Bros, também sem saber da verdade completa, pagou até um adiantamento pelo disco, que saiu e chegou a mais de 100.000 cópias, até a piada ser revelada; hoje o disco é um “cult”.
O site Strobelight
Uma das mais brilhantes, maldosas e recentes: foi bolada pelo criativo Trent Reznor, do Nine Inch Nails, que no dia primeiro de abril de 2009, lançou um site promocional, chamado“Strobelight” , sobre um álbum que ele supostamente havia gravado com Timbaland, com várias participações especiais, mas ao preencher o e-mail no site, o computador simula um “pau” grave, que pode ter assustado muita gente.
Os Beatles se reuniram com o nome Klaatu
Em 1976, começaram os boatos que os Beatles tinham se reunido e gravado um novo álbum sob o nome de "Klaatu" (o nome do protagonista do clássico filme de fição científica de 1951 "O Dia que a Terra Parou", que teve um remake em 2008, com Keanu Reeves no papel de Klaatu). Alguns jornalistas e disc jockeys foram responsáveis pelo início da coisa toda e a Capitol Records - que lançou o álbum - não desmentiu os boatos ao obter boa vendagem. Na verdade, Klaatu era uma banda de rock-prog do Canadá, que gravou até 1981, em seguida, se reuniu em 2005.
"Mama" Cass morreu engasgada com um sanduíche
Quando 'Mama' Cass Elliot morreu em seu apartamento de Londres, em 1974, com 32 anos, uma análise apressada de seu pós-morte sugeriu que ela tinha se sufocado enquanto mastigava um sanduíche, na cama. Com pouco mais de um metro e meio e 240 quilos, era fácil acreditar que - como uma versão feminina do Sr. Creosote do Monty Python – Mama Elliot tinha simplesmente abusado da comida. Não foi assim. O relatório do legista concluiu que Cass morreu de insuficiência cardíaca em massa, provocada por obesidade e os efeitos colaterais das dietas radicais. Apesar de um sanduíche ter sido encontrado em sua cama, a autópsia não revelou nenhuma evidência de alimentos em sua traquéia. Tragicamente, parece que ela morreu com fome.
Marilyn Manson foi o ator do seriado Anos Incríveis
Isso alimenta o medo de todos os pais: que o nerd mais inofensivo se torne uma aberração quando adulto. Será que o jovem Brian Warner (ou Marilyn Manson) foi o Paul Pfeiffer, amigo bobão do personagem principal Kevin Arnold, no seriado “Anos Incríveis”? Uma grande bobagem, apesar de tudo levar a crer que Manson, realmente, foi uma criança nerd. Mas o verdadeiro ator foi do seriado foi Josh Saviano.
Os Beatles fumaram maconha no Palácio de Buckingham
Algum tempo depois dos Beatles irem ao Palácio Buckingham, em outubro de 1965, para receberem suas condecorações de honra, John Lennon alegou que tinha dado uma tragada em um baseado, no interior do palácio. Porém, Lennon sempre foi famoso por ironizar tudo e essa foi mais uma de suas provocações que ele mesmo, depois, desmentiu. Paul McCartney, por sua vez, lembra-se simplesmente que eles fumaram um cigarro normal, por estarem bem nervosos no dia da premiação.
A troca de sangue de Keith Richard
Keith Richard, para se preparar para uma turnê europeia, teria substituído seu velho e poluído sangue por um novinho em folha, trocando assim, todo o sangue do corpo, em uma clínica suíça, em setembro de 1973. Na realidade, foi apenas uma hemodiálise, para filtrar as impurezas do sangue. "Alguém me perguntou como eu sobrevivi todos estes anos, por isso eu disse que eu tinha trocado meu sangue completamente" - disse Richards. "Eu estava cheio de responder a estas questões, então, sempre invento uma história” - completou. Agora, sempre se falou que se o mundo acabasse com uma guerra atômica, sobreviveriam as baratas e Keith Richards.
Stevie Nicks teria aspirado cocaína pelo bumbum!
Uma história e tanto, principalmente porque o grupo que esta princesa dos anos 70 pertencia era o “Fleetwood Mac” e tinha a fama de ser uma das bandas mais piradas do rock e muitas vezes nem sabia onde estava para dar um show. "Isso é um absurdo" - disse Nicks em 2001. "Talvez este boato tenha surgido porque as pessoas sabiam que eu tinha uma narina enorme e sempre brincavam com isso” - complementou. Na verdade, como ela destruiu muitos corações, talvez uma de suas vítimas tenha inventado essa história bem desconcertante.
O pacto com o diabo feito por Robert Johnson
Sempre se falou que Johnson vendeu sua alma ao diabo para tocar guitarra como um demônio. Se sua composição 'Me and the Devil Blues' sugeriu isso, tudo foi apenas mais uma lenda. Na verdade, ele praticava e treinava muito e sua evolução foi rápida e notável. Se houve algum mestre na sua vida, o nome dele foi Ike Zimmerman, que estava longe de ser o demônio em pessoa!
As cinzas de Sid Vicious circulam pelo aeroporto de Heathrow, em Londres
Alguns punks, mais românticos, afirmam que a mãe de Sid Vicous espalhou suas cinzas sobre o túmulo de Nancy, sua namorada, na Filadélfia. Mas o provável é que sua mãe tenha levado de volta para Londres. Porém Malcolm McLaren (produtor do Sex Pistols) afirma que, quando ela desembarcou no aeroporto de Heathrow, bateu com sua mala em fanáticos que a perseguiram; sua mala, então, abriu e as cinzas voaram entrando na tubulação do ar condicionado do aeroporto e dali não saíram jamais.
Richey Edwards estaria vivo, rodando pelo mundo ou teria sido abduzido?
Richey Edwards foi o guitarrista do grupo britânico "Manic Street Prechers", que sumiu em 1º de fevereio de 1995, sem deixar qualquer pista e nunca mais foi encontrado. Passados quinze anos e dada à extensão de seus problemas - lesões auto provocadas, alcoolismo, anorexia - e dos rumores de que foi visto em diversos lugares, mas sem qualquer prova do fato, surgiu, então, o boato. Contudo, sua família deu um fim à história, declarando Richey legalmente morto, em 2002. Mas as especulações estão longe de pararem, pois muitos ainda dizem que encontraram Richey perambulando pelo mundo.
Paul McCartney teria morrido em 1966 num acidente de carro
Esta é a mais famosa e mais louca das histórias e o pior, é que tem requintes de detalhes. Em 1966, logo após o lançamento de “Revolver”, os Beatles pararam de excursionar devido a uma série de fatores, entre os quais, não conseguiam se ouvir no palco, devido ao grito histérico dos fãs e a dificuldade de tocar ao vivo com os arranjos cada vez mais complexos. Isso, aliado a um acidente sem maiores consequências sofrido por Paul McCartney, foi suficiente para o maior e mais duradouro boato de todos os tempos: o de que Paul McCartney havia morrido e sido substituído por um sósia que seria o Billy Shears (segundo algumas fontes) ou William Campbell (segundo outras). Centenas de matérias em jornais e mesmo livros foram lançados sustentando a morte de Paul. As pessoas que acreditavam nisto se baseavam em centenas de pistas que haveriam sido deixadas, de propósito, pelos três Beatles restantes nas gravações. Por alguma estranha razão, as pistas foram aparecendo nos álbuns que vieram, até mesmo antes de novembro de 1966, data da provável morte de Paul, ou seja, Rubber Soul, Yesterday and Today e Revolver já previam a morte de Paul.

via blog do Maia

Posted by Paulo Studiow @ sexta-feira, 1 de abril de 2011 0 comments

Share This Post

RSS Digg Twitter StumbleUpon Delicious Technorati

Related Posts

0 Comments

No comments yet. Be the first to leave a comment !
Leave a Comment

"O grande segredo para a plenitude é muito simples: compartilhar." --Sócrates

Música é vida!

Next Post Previous Post
Related Posts with Thumbnails